Minha Sacola
Sacola Vazia

Adoçantes

Filtrar

Seja na hora do café da manhã ou no lanche da tarde, os adoçantes são excelentes substitutos do açúcar, pois apresentam menos calorias e são mais saudáveis para o nosso organismo. O açúcar é apreciado por quase todo mundo, afinal, o seu sabor é responsável por trazer uma sensação de prazer indescritível. Entretanto, seu uso em excesso está associado diretamente com a probabilidade de ganho de peso, obesidade e como um fator de risco principal para o surgimento da diabetes. Uma das formas de evitar esses riscos associados ao consumo de sacarose é através de hábitos saudáveis e uma dieta balanceada.

Dessa forma, o uso dos adoçantes é a forma perfeita de conseguir adoçar o seu alimento, ter a sensação do sabor doce na sua boca e sem correr os riscos dos malefícios que o consumo exagerado de açúcar pode causar. Quer saber mais? Venha conhecer esse produto indispensável em nossa rotina e na nossa dieta!

 

O que são os adoçantes?

Os adoçantes, também conhecidos como edulcorantes, podem ser definidos como substâncias que são semelhantes a sacarose, popularmente conhecido como açúcar, com capacidade de adoçar qualquer alimento em que seja aplicado.

Por apresentarem poucas calorias e adoçarem mais do que a sacarose, mesmo quando utilizados em poucas quantidades, os adoçantes são excelentes substitutos do açúcar na alimentação diária. Dessa forma, uma pequena quantidade consegue alcançar o sabor desejado sem adicionar um alto valor calórico no alimento.

Além disso, eles também são grandes aliados de pessoas portadoras do diabetes, pois sua ingestão não interfere no controle da glicemia. Por último, uma grande vantagem dos adoçantes está diretamente ligada à saúde bucal, pois o seu consumo não oferece o mesmo risco em relação ao surgimento de cáries que a sacarose proporciona.

Os adoçantes podem ser tanto naturais como artificiais, o que difere ambos os tipos é justamente a quantidade de calorias: enquanto o natural contém menos calorias do que a sacarose, o artificial não contém nenhuma. Dentre os mais utilizados, temos: acessulfame de potássio, aspartame, ciclamato, sacarina, sucralose e glicosídeos de esteviol.

 

Para que servem os adoçantes?

Os adoçantes têm como principal função adoçar qualquer bebida ou alimento com o mínimo de calorias possível, dessa forma se torna um excelente substituto da sacarose. Assim, eles são uma forma alternativa e saudável de se conseguir chegar no sabor doce sem os eventuais problemas proporcionados pela sacarose, como o surgimento de cáries ou diabetes.

Assim, os adoçantes podem ser utilizados para adocicar suas bebidas como cafés, sucos e chás ou no preparo de deliciosas sobremesas como tortas, bolos, doces, pães, dentre outros.

De certa forma, ele pode ser usado em qualquer alimento ou bebida onde o açúcar é geralmente posto para garantir seu sabor doce, com o objetivo de reduzir as calorias finais do mesmo e preservar a saúde de quem está se alimentando. Vale ressaltar que a utilização de adoçantes é indicada para diabéticos, o que permite o consumo de uma série de alimentos que não poderiam fazer parte dos hábitos diários dessas pessoas, caso fossem feitos com a sacarose. Portanto o adoçante é também uma forma de inclusão e adaptação às necessidades humanas.

 

Como usar o adoçante?

Indicado para diversas bebidas e receitas como substituto do açúcar, os adoçantes caíram no gosto popular. Entretanto, é importante saber como usa-los corretamente no seu dia-a-dia.

Ainda que o adoçante apresente menor quantidade de calorias do que a sacarose, seu uso não deve ser feito de forma excessiva. Nada em exagero é bom, e com os adoçantes não seria diferente, e é por conta disso que há um limite no consumo diário, sugerido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) que é calculado conforme o peso do indivíduo.

Os adoçantes artificiais caem neste referido cálculo: o consumo de sacarina, por exemplo, é calculado por 2,5 miligramas a cada quilograma; a sucralose, 15 miligramas a cada quilograma; a aspartame, 40 miligramas a cada quilograma e o ciclamato de sódio, 11 miligramas a cada quilograma.

Ou seja, uma pessoa que tem em média 60 quilogramas, por exemplo, pode consumir até 150 miligramas de sacarina, entretanto, todos os produtos disponíveis no mercado utilizam uma variedade de adoçantes, o que torna mínima a probabilidade de ultrapassar o valor máximo recomendado pela Organização Mundial da Saúde.

Já os adoçantes naturais, aqueles encontrados na natureza e extraídos de plantas ou árvores como o xilitol ou o maltitol, não apresentam quantidade máxima diária a ser consumida. Portanto, o cálculo é desconsiderado para este tipo, utilizado apenas no caso dos artificiais quando necessário.

 

Adoçantes: onde encontrar?

Geralmente, qualquer mercado ou mercearia possui adoçantes em suas prateleiras para comprar. Entretanto, aqui na Natuweb trabalhamos com as melhores marcas do mercado e com os melhores preços disponíveis.

Em nosso site, apresentamos uma grande variedade de adoçantes, disponíveis em líquido, pó ou em sachê. Além disso, temos também diversos kits que contém de três até doze unidades com preços especiais para você aproveitar.

Em suma, o adoçante é um bom substituto da sacarose e deve ser utilizado por pessoas que querem manter uma dieta saudável sem perder o prazer de degustar um bom doce no final de cada refeição ou no fim de um dia estressante. Além disso, eles podem ser utilizados em qualquer receita cujo objetivo seja atingir esse sabor doce.

Com menos calorias que o açúcar, é interessante saber também que o adoçante, além de prevenir o surgimento de diabetes, também previnem o aparecimento de cáries, pois não são tão agressivos como a sacarose. Então, está esperando o que para adotar hábitos de vida saudáveis e começar a usá-los diariamente, seja na hora do café ou na sobremesa?